FRASE

"O que é escrito sem esforço é lido sem prazer." (Samuel Jonhson).

28 de ago de 2016

QUESTÃO DE CONCURSO (120)



Gabarito: letra d.
Com a ajuda do mestre Décio Sena, vejamos os outros itens:

a) A locução correta é “à medida que”. A preposição “de” está empregada de maneira inadequada porque a forma verbal  “desconhecíamos” empregada tem transitividade direta e não pode ser regida por preposição. 
A frase correta é: “À medida que a ciência avança, fenômenos cuja causa desconhecíamos passam a ser explicativos

b) A locução adequada é “por ora”. A grafia correta é "infligir".
A frase correta é:  Por ora, a ciência tem ainda muito que caminhar, já que o homem não renunciou a infligir sua curiosidade ao mundo.

c) A forma verbal correta é “sobrevier”. A forma verbal “disporá” tem regência indireta e deve ser regida por preposição.
A frase correta é:  Se sobrevier ao homem alguma calamidade em escala planetária, somente a ciência disporá dos meios de enfrentá-la.

e) É incorreta a forma “mais preferível” porque se trata de uma intensificação inadequada do adjetivo “preferível”, que, por sua vez, não pode ser regido pela preposição “do”. A preposição adequada é  “a”.
A frase correta é: É por vezes preferível ignorar a razão de um fenômeno a imaginá-lo esclarecido por um atalho místico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário